segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Um Rapaz Chamado Jaime

UM RAPAZ CHAMADO JAIME
de André Marques
com: Henrique de Carvalho, Sérgio Mendes
e Pedro ó Parente
Após se ter estreado no universo das curtas-metragens com O Anjo em 2013, André Marques apresenta agora Um Rapaz Chamado Jaime, um filme intenso e violento, mas que merece sem dúvida alguma uma vista de olhos.

A nova curta apresenta-nos Jaime, um jovem rapaz que todos os dias sofre de violência doméstica pela mão do seu pai. É com esta história forte que André Marques elabora um filme interessantíssimo, superior ao seu anterior trabalho. Com uma realização consistente e um trio de atores igualmente talentosos, de onde se destaca Henrique de Carvalho no papel principal, Um Rapaz Chamado Jaime é assim uma fita pertinente numa altura em que todos os dias surgem novas notícias sobre violência doméstica, sendo que a sua narrativa ficcional não estará com certeza muito distante de outras tantas situações verídicas.

Com apenas 15 minutos de duração, o filme demonstra o tópico da violência doméstica a partir da perspetiva de uma vítima. No entanto, Jaime nunca é um “coitadinho”, um rapaz que não se sabe defender e que existe como personagem apenas para que o público tenha pena dele. Em vez disso, ele é a personificação dos efeitos e sequelas que os maus tratos provocam, sendo que os seus próprios comportamentos, influenciados sobretudo pela forma como o seu pai o (mal) trata, o levarão aos extremos.

Em suma, Um Rapaz Chamado Jaime é uma curta-metragem que merece ser vista não só pela sua qualidade técnica mas também pelo seu conteúdo, naquele que é um olhar forte sobre um assunto que, de uma maneira ou de outra, toca a muitos… infelizmente.

8/10

Sem comentários:

Enviar um comentário