quinta-feira, 6 de agosto de 2015

(des)ligado

(DES)LIGADO
de Diogo Simão
com: Diogo Simão
Selecionado para a próxima edição do FARCUME (Festival de Curtas-Metragens de Faro), (des)ligado marca a estreia de Diogo Simão (meu caríssimo amigo da blogosfera com o seu Está Um Buraco Lá Embaixo e colega de trabalho no Espalha-Factos) na cadeira de realizador, na escrita de um argumento e ainda como protagonista de uma pequena fila. E sai-se muitíssimo bem nestas suas três funções.

Pegando na sinopse disponível no seu trailer (se se contar mais do que ela revela-se a curta quase toda): (des)ligado segue um movie geek que, sofrendo de uma doença psicológica que o leva a cometer homicídios e a fim de manter a sua sanidade, vive a vida como se esta se tratasse de um filme. Mais interessante do que isto é difícil, mas se acham que a fita se fica por mostrar um par de segmentos mais fortes misturadas com o quotidiano da personagem principal, estão muito enganados. Há um interessantíssimo trabalho de montagem que coloca excertos de alguns filmes e imagens de ícones do cinema por entre os episódios mais psicopáticos de (des)ligado, enquanto que nos momentos em que o nosso protagonista vai imaginando o seu dia-a-dia como uma película somos bombardeados com toda uma atmosfera cheia de estilo e badassness.

Apesar de tratar-se de um filme feito com poucos meios e praticamente amador (à semelhança de 99% das curtas produzidas em Portugal), há espaço para Diogo Simão mostrar algumas ideias visuais curiosas e criar um ritmo e estilo cativantes, que beneficiam ainda da sua narração off screen e de uma performance cheia de pequenos detalhes. E engraçado ainda constatar como em todos os minutos encontramos pequenas referências e homenagens  Por isso, se este verão estiverem no Algarve entre 26 a 29 de agosto, tem aqui uma boa razão para passarem pelo FARCUME. (des)ligado é uma curta metragem bem elaborada, onde as referências ao cinema estão de mãos dadas com uma história tanto psicopática como aprazível.

7/10

Sem comentários:

Enviar um comentário