quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Mapas Para as Estrelas

MAPS TO THE STARS
de David Cronenberg
com: Julianne Moore, Mia Wasikowska, Evan Bird,
John Cusack, Olivia Williams, Robert Pattinson
e Sarah Gadon
Depois de não reunir consenso nem no Festival de Cannes nem no LEFFEST, Mapas Para as Estrelas, o mais recente trabalho do sempre polémico David Cronenberg, chega finalmente ao circuito comercial português.

O filme funciona como uma montra do que se passa por detrás das aparências das estrelas de Hollywood. Entramos nos lares de Havana Taggart, atriz a entrar na fase descendente da sua carreira, e da família Weiss, formada por um casal que esconde um segredo ao seu filho ator e ex-toxicodependente.

Com estes protagonistas Cronenberg constrói uma história chocante e trágica, desumanizando o star system através de uma narrativa sombria e perturbadora. Aliás, todos os acontecimentos de Mapas Para as Estrelas são um verdadeiro murro visceral no estômago conduzido por um argumento minado de pequenos diálogos não aconselháveis aos mais sensíveis, quer pela sua vertente dramaticamente mais forte quer pelo seu humor negro. Pode dizer-se  (e não há como negá-lo) que o realizador caiu nuns quantos lugares comuns, estereotipando um pouco o backstage de Hollywood (não é a primeira vez que vemos “o outro lado das celebridades”) e não sendo totalmente original na abordagem do tema.

Podem ler a crítica integral no Espalha-Factos

Sem comentários:

Enviar um comentário