quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Sara Prefere Correr

SARAH PRÉFÈRE LA COURSE
de Chloé Robichaud
com: Sophie Desmarais, Geneviève Boivin-Roussy
 e Jean-Sébastien Courchesne 
Vindo das mãos de uma realizadora estreante em longas-metragens e protagonizado por um elenco sem muita experiência no cinema, Sara Prefere Correr é um drama que mostra uma grande inteligência e maturidade. Chega hoje às salas portuguesas.

Depois de algumas curtas-metragens, Chloé Robichaud estreia-se com Sara Prefere Correr nos filmes de longa duração. Muitos outros cineastas que já se aventuram no género dramático há uns anos podiam por olhos nesta novata, que foi lentamente criando em torno da sua personagem principal um conjunto de dificuldades e obstáculos de forma bastante realística e nada melodramática.

Para aqueles que esperam deste título um espécie de sports movie estão muito enganados. Se os primeiros minutos (e a cena inicial especialmente) mostram um grupo de raparigas a correrem e a treinarem para as suas provas, o foco do filme muda lentamente para a vida fora de pistas que a protagonista principal leva. Isto acontece paralelamente ao desenvolvimento do enredo da história, que nos seus momentos iniciais mostra uma Sarah concentrada no atletismo, dizendo que é a sua verdadeira paixão, mas que será obrigada a enfrentar algumas situações mais delicadas e muito emotivas, que deixarão ninguém ter qualquer sentimento de apatia pelo que vê.

A crítica integral encontra-se no Espalha-Factos

Sem comentários:

Enviar um comentário