quinta-feira, 5 de junho de 2014

Uma Morte Necessária

THE NECESSARY DEATH OF
CHARLIE COUNTRYMAN

de Fredrik Bond
com: Shia LaBeouf, Evan Rachel Wood,
Mads Mikkelsen, Til Schweiger, Rupert Grint
e James Buckley
Chega hoje a Portugal uma das longas-metragens mais desinteressantes que por cá têm estreado. Uma Morte Necessária quer ser um filme inesquecível e ficará certamente na nossa memória… pelas piores razões.

Uma Morte Necessária marca a estreia de Fredrik Bond na cadeira de realizador e a sua falta de experiência é evidente. Bond não sabe ainda o que é desenvolver uma história ou criar personagens que se afeiçoem ao público. Dá ainda a ideia de que não se consegue decidir sobre que tipo de filme quer criar, se uma história romântica se um thriller de gangsters. Por vezes parece até que o seu maior desejo é fazer uma comédia psicadélica, cheio de sexo e drogas. O realizador perde-se ainda numa falhada tentativa de elaborar momentos mais surreais que são rapidamente esquecidos por ele.

E o que acontece quando um realizador não consegue definir o caminho que quer seguir? Bem, esse caminho fica muito atribulado e não se chega a lado nenhum. Uma Morte Necessária é um filme pretensioso, que tenta desesperadamente emocionar espectadores enquanto vai fazendo algumas questões, como ‘O que é o amor?’ ou ‘O que define o nosso destino?’. Mas a grande pergunta com que ficamos na cabeça é: ‘Este filme é mesmo sobre o quê?’.

3/10


Sem comentários:

Enviar um comentário